Banner Caravaggio
Untitled Document

Artigos




TRUCK CARROCERIA + JULIETA CARROCERIA


Novo equipamento destinado ao transporte de carga seca.

 


LIXO

O problema mais grave hoje no planeta

A explosão populacional implica, no aumento do uso das reservas naturais do planeta, no aumento da produção dos bens de consumo e, inevitavelmente, no aumento da geração de lixo.
O consumo é intenso.
As premissas de um desenvolvimento sustentável, terão que levar sempre em conta, a busca incessante da otimização do uso de recursos e energia e a minimização da geração de emissões, efluentes e resíduos perigosos.
Não podemos jamais nos desviar deste foco principal.

 


ÁGUA

Principais ações para utilização correta da água

Diminuir o desperdício de água na produção agrícola e industrial, a partir do controle dos volumes de água utilizados nos processos industriais, da introdução de técnicas de reuso de água e da utilização de equipamentos e métodos de irrigação.

- Reduzir o consumo doméstico de água a partir da incorporação do conceito de consumo sustentável de água no nosso dia a dia. Para tanto, é necessário que cada um de nós promova mudanças de hábitos envolvendo, por exemplo, o tempo necessário do banho, o asseio bucal com a torneira fechada, o desuso de mangueira para lavar casas, calçadas e carros, etc.

- Reduzir o desperdício de água tratada nos sistemas de abastecimento de água públicos, recuperando os sistemas antigos e introduzindo medidas de manejo que tornem os sistemas mais eficientes.

 


ÁGUA NO BRASIL

No Brasil o índice de desperdício ainda chega a 70%

Uma grande questão a ser discutida em relação à água é o desperdício.
O poder público cobra caro nas contas de água e esgoto, pois os gastos de tratamento e bombeamento são altos.
Existe também o impacto ambiental de estar retirando uma grande quantidade de água limpa dos recursos hídricos e devolvê-la suja na forma de esgotos.
No Brasil o desperdício de água chega a 70% e nas residências temos até 78% do consumo de água de uma residência sendo gasto no banheiro.
Estes índices podem mudar com a adoção de simples mudanças de hábitos diários como: fechamento da torneira, solução de pequenos vazamentos, dar descarga curta, reutilizar a água em lavagem de carros e calçadas, entre outros.

 


LIMPA

Uma questão de compromisso com a segurança e o meio ambiente

Importantes questões devem ser avaliadas numa terceirização de serviços de coleta e correta destinação de resíduos, como os riscos ao meio ambiente, inerentes a certas atividades, tais como produtos e resíduos perigosos.
Ocorre que grande parte das empresas ao terceirizar tais serviços, principalmente, quando parte ou toda atividade é realizada fora de suas propriedades, tem a falsa idéia de que sua responsabilidade deixa de existir, transferindo-se exclusivamente para a empresa contratada, a prevenção de danos ambientais.
Contudo, a legislação brasileira - tendo como premissa básica a proteção e preservação do meio ambiente (que é bem comum de uso do povo), para as presentes e futuras gerações - não exime a responsabilidade por dano ambiental, advindas de atividades terceirizadas, mesmo quando exista previsão contratual a esse respeito. A responsabilidade é mútua.

 


VALORIZAÇÃO DE RESÍDUOS

Conceitos e principais objetivos

O sistema de valorização de resíduos como o próprio nome indica, pretende reutilizar os resíduos que de outra forma teriam como destino aterros sanitários.
A crescente procura de matérias primas, aliado ao facto do aumento exponencial de resíduos sólidos urbanos, veio trazer um novo impulso à questão desta valorização, diminuindo assim o recurso aos aterros sanitários.
Apesar de ser o modo mais fácil, e a curto prazo o mais barato processo de eliminar estes resíduos, os problemas inerentes a um aterro sanitário são imensos. Com o desenvolvimento de novas tecnologias, aliadas a uma legislação que imponha gradualmente à industria produtora de bens a obrigatoriedade de os seus produtos finais serem passivos de reciclagem, é já possível proceder à valorização da quase totalidade de resíduos, de uma forma cada vez mais auto sustentável.
Os objetivos principais são a maximização da recuperação e valorização dos resíduos produzidos e; a utilização dos aterros e incineração unicamente como recurso final para resíduos últimos, previamente sujeitos a tratamento, cujos tratamentos sejam extremamente dispendiosos ou não passíveis de aproveitamento perante a tecnologia atual.

 


RECICLAR

Mas afinal, o que é reciclável?
É reciclável todo o resíduo descartado que constitui interesse de transformação de partes ou o seu todo.
Esses materiais poderão retornar à cadeia produtiva para virar o mesmo produto ou produtos diferentes dos originais.
Por exemplo: folhas e aparas de papel que não estejam amassados, jornais, revistas, caixas, papelão, PET, recipientes de limpeza, latas de cerveja e refrigerante, canos, esquadrias, arame, todos os produtos eletroeletrônicos e seus componentes, embalagens em geral, entre outros.
Toda essa matéria é reutilizada desde que se apresente separada do lixo orgânico, de resíduos perigosos ou hospitalares.

 


PGRS - LIMPA

Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos

Apresentação

PGRS - Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, é o instrumento que define o conjunto de informações e estratégias integradas de gestão, destinados a normatizar os procedimentos operacionais de gerenciamento de resíduos sólidos, contemplando os aspectos referentes à geração, à segregação, ao acondicionamento, à identificação, à coleta, ao transporte, ao armazenamento, ao tratamento e à disposição final em conformidade com a legislação sanitária e ambiental.
Ressaltamos também, que o PGRS é documento necessário para a obtenção do Licenciamento Ambiental junto à Secretaria Municipal do Meio Ambiente – SMMA, conforme previsto no Decreto Municipal 1153 de 7 de Dezembro de 2004, que regulamenta os arts. 7º e 9º, da Lei no 7.833/91, o cumprimento do Art. 33 do decreto Municipal 983/204 e da Lei Estadual 12.493/1999.

 


 

LIMPA

Gestão Global de Resíduos

Uma questão de compromisso com a segurança e o meio ambiente Importantes questões devem ser avaliadas numa terceirização de serviços de coleta e correta destinação de resíduos, como os riscos ao meio ambiente, inerentes a certas atividades, tais como produtos e resíduos perigosos.
Ocorre que grande parte das empresas ao terceirizar tais serviços, principalmente, quando parte ou toda atividade é realizada fora de suas propriedades, tem a falsa idéia de que sua responsabilidade deixa de existir, transferindo-se exclusivamente para a empresa contratada, a prevenção de danos ambientais.
Contudo, a legislação brasileira - tendo como premissa básica a proteção e preservação do meio ambiente (que é bem comum de uso do povo), para as presentes e futuras gerações - não exime a responsabilidade por dano ambiental, advindas de atividades terceirizadas, mesmo quando exista previsão contratual a esse respeito. A responsabilidade é mútua.

 


 

LIMPA - Gestão Global de Resíduos

Uma empresa do grupo Caravaggio

A LIMPA - Gestão Global de Resíduos - empresa do grupo Caravaggio, atua na coleta, transporte e destinação final de resíduos, com equipamentos adequados à necessidade dos clientes.

Com muita seriedade e profissionalismo prepara seus colaboradores, através de treinamentos pós admissionais e regulares, visando melhoria e aperfeiçoamento nas atividades diárias desenvolvidas pelos profissionais.
Os temas abordados são sobre os cuidados que os motoristas devem ter no trânsito, a utilização correta dos EPI’s, noções de primeiros socorros, preenchimento dos formulários RO – Relatório de Ocorrências, entre outros. LIMPA - Compromisso com a segurança e o meio ambiente.

 


 

POLUIÇÃO DO SOLO

A deposição de lixo no meio ambiente - Parte 2

As soluções usadas para reduzir o acúmulo de lixo, como a incineração e a deposição em aterros, também têm efeito poluidor.
No primeiro caso - a incineração - emitem fumaça tóxica.
Na deposição em aterros, produzem fluidos tóxicos que se infiltram no solo e contaminam os lençóis de água.
A melhor forma de amenizar o problema, na opinião de especialistas e estudiosos, é investir nos processos de reciclagem, e também, no uso de materiais biodegradáveis ou não descartáveis.
Faça sua parte hoje, pela geração de amanhã.

 


 

POLUIÇÃO DO SOLO

A deposição de lixo no meio ambiente - Parte 1

A poluição do solo, ou seja, a camada superficial da crosta terrestre, ocorre devido os malefícios diretos e indiretos causados pela desordenada exploração e ocupação do meio ambiente, depositando no solo elementos químicos estranhos, prejudiciais às formas de vida microbiológica e sua colaboração em relação às interações ecológicas regulares.
As principais causas da poluição do solo são: o acúmulo de lixo sólido, como embalagens de plástico, vidro, papel e metal, e de produtos químicos, como fertilizantes, pesticidas e herbicidas.
O vidro, por exemplo, leva cerca de 5 mil anos para se decompor, enquanto certos tipos de plástico, impermeáveis ao processo de biodegradação promovido pelos micro-organismos, levam milhões de anos para se desintegrarem. Assim, o material sólido do lixo demora muito tempo para desaparecer no ambiente.

 


 

DESPERDÍCIO DE ÁGUA

Consumo consciente de água, pratique esta ideia

As empresas podem colaborar com a preservação do meio ambiente e dos recursos naturais, adotando sistemas de tratamento de seus efluentes, desenvolvendo produtos biodegradáveis e criando processos de reuso da água.
Para evitar racionamentos e que o custo da água fique cada vez mais alto, é preciso, também, saber calcular a quantidade de água que se consome, por meio da leitura do hidrômetro (aparelho que mede o consumo de água) e da análise da conta mensal. Esta é uma maneira de avaliar o esforço de nossa atitude responsável.
É preciso ter consciência de que a atitude de cada um de nós é determinante para preservar a água e a vida no planeta. É importante não desperdiçar.
Água é vida e saúde.